Berlim em 48 horas

Berlim em 48 horas

Se você tem pouco tempo na cidade e quer conhecer o imprescindível, descubra o nosso roteiro para visitar Berlim em um fim de semana.

Preparamos um roteiro para que os que tenham pouco tempo na cidade não percam o mais importante.

Para planejar o roteiro, pensamos que você chegaria a Berlim uma sexta-feira à tarde e ficaria até domingo. Se você viaja qualquer outro dia da semana, lembre-se que é necessário revisar os horários de abertura dos museus, já que podem variar. 

Dia de chegada

Se você chegar a Berlim na sexta-feira à tarde, nesse dia não terá muito tempo para visitar os museus, mas poderá conhecer alguns dos lugares mais interessantes do centro da cidade e curtir um agradável jantar berlinense.

Depois de deixar as malas no hotel, você pode ir ao Portão de Brandemburgo, situado ao lado da Pariser Platz, um dos melhores lugares para começar a visita a Berlim.

Depois de tirar muitas fotos do emblemático portal, caminhe até o Parlamento Alemão, que está bastante perto. Atualmente é necessário realizar uma reserva de forma antecipada para poder visitar o Parlamento.

Depois de conhecer o Parlamento, pegue a rua Ebertstrasse para chegar até o Monumento do Holocausto, uma forma de começar a conhecer a cidade refletindo sobre um dos acontecimentos mais terríveis da sua história.

Seguindo pela mesma rua, você chega na Potsdamer Platz, onde pode ver pedaços do muro de Berlim, além de ver a cúpula iluminada do Sony Center.

Se já tiver fome, pode jantar em um dos restaurantes de Potsdamer Platz. Se tiver tempo suficiente, pode pegar o metrô até Alexanderplatz e jantar nessa zona.

Terminamos o passeio por hoje, porque amanhã começaremos cedo.

Primeiro dia

O itinerário começa às 10 da manhã, hora em que você deve estar na estação de metrô Gesundbrunnen para comprar os ingressos do Berliner Unterwelten e visitar os bunkers usados durante a Segunda Guerra Mundial (melhor consultar os horários pela internet).

Depois de um passeio pela Berlim subterrânea, você deve pegar o metrô para ir a Alexanderplatz. Dali, você tem que caminhar menos de 10 minutos até a Catedral de Berlim, onde, depois de contemplar o interior, poderá subir na cúpula para ter a melhor vista da cidade.

Saindo da catedral, você entrará na Ilha dos Museus, ondeo Museu Pergamon (uma das coleções de antiguidade mais impressionantes do mundo) e o Museu Novo (uma incrível surpresa) te deixarão totalmente fascinados.

Depois dos passeios culturais, vá caminhando até o Bairro Judeu e chegue a Friedrichstraße, a rua de compras mais famosa da cidade. Dali você pode ir até a Gendarmenmarkt, uma bela praça com duas igrejas gêmeas.

A poucos metros, você pode chegar até a Avenida Unter den Linden, onde está a Nova Casa da Guarda, um belo edifício que abriga a emotiva escultura de uma mãe com seu filho falecido nos braços.

Ao lado da Nova Guarda está a Bebelplatz, conhecida por ser o lugar onde aconteceu a queima de livros que os nazistas consideravam inapropriados.

As visitas estão terminadas por hoje e, até que chegue a hora do jantar, você pode caminhar pela Unter den Linden e passear pelas travessas. No bairro de St. Nicholas, muito próximo à Catedral, você pode encontrar bons restaurantes internacionais.

Segundo dia

O último dia começa às 10 da manhã na estação de metrô Richard-Wagner-Platz, onde você pode visitar o Palácio Charlottenburg, se deleitar com as estâncias imperiais e passear por seus belos jardins.

De volta ao centro de Berlim, faremos uma parada em Kurfürstendamm para ver a Igreja Memorial Kaiser Wilhelm, uma lembrança especial dos estragos causados pela guerra. A avenida Kurfürstendamm é uma das mais populares de Berlim, onde podemos encontrar diversas lojas e shoppings, entre os quais vale a pena destacar o KaDeWe.

Pegando a linha de metrô U1 em Kurfürstendamm, você chegará rapidamente à Warschauer Straße, a estação mais próxima à Est Side Gallery. Essa galeria de arte ao ar livre oferece uma grande quantidade de sentimentos e desejos revelados por meio de significativos grafites.

Para finalizar o final de semana com um pouco de história, você voltará ao centro da cidade para visitar a passagem fronteiriça mais conhecida entre o leste e o oeste, o Checkpoint Charlie. Se tiver tempo, ao lado está a Topografia do Terror e o edifício da Luftwaffe.

Mais de 2 dias em Berlim?

Se depois de seguir o nosso roteiro você tiver mais tempo na cidade, não se preocupe, já que Berlim tem muito a oferecer aos seus visitantes. Uma infinidade de museus, ruas com encanto ou alguns dos passeios perto da cidade, como o Campo de Concentração Sachsenhausen ou a encantadora Potsdam.