Museu Judeu de Berlim

Museu Judeu de Berlim

Inaugurado em 2001 com uma arquitetura surpreendente, o Museu Judeu de Berlim busca difundir a história e a cultura judia-alemã. Não é o típico museu sobre o holocausto. 

Inaugurado em 2001, o Museu Judeu de Berlim é um centro para a difusão da história e cultura judia-alemã

O edifício

O edifício do museu, desenhado por Daniel Libeskind, se tornou um dos monumentos mais emblemáticos de Berlim.

Com um exterior revestido de zinco, o edifício foi criado para descrever as tensões da história judia-alemã a partir de dois eixos. Nos cruzamentos entre ambos estão os vazios (ou voids), espaços vazios dotados de um grande significado emocional, que atravessam todo o museu.

Entre os espaços significativos do museu se destacam especialmente a “Torre do Holocausto”, uma pequena construção praticamente submersa no escuro; o “Jardim do Exílio”, uma zona composta por 49 blocos de concreto com um estilo parecido ao do Monumento do Holocausto; e o “Void Void”, uma espécie de corredor onde estão espalhados milhares de chapas de aço com forma de rosto que produzem um estremecedor lamento ao passear sobre elas.

Exposições

A exposição histórica permanente tem uma extensão de 3.000 metros quadrados, através dos quais se faz uma viagem de descobrimento por mais de 2.000 anos de história judia-alemã.

A exposição permanente começa no térreo do edifício novo, com a chegada dos judeus à Alemanha Medieval. As mostras estão compostas por fotos, cartas e uma diversidade de objetos cotidianos que mostram como a vida judia se mistura à história alemã com o passar dos anos.

Os judeus, à frente da ilustração alemã e da literatura do século XIX, foram tratados com desprezo, como cidadãos de outra categoria social.

Através da seguinte exposição entramos nos lares judeus-alemães do início do século XX, antes de chegar às salas que falam sobre a emigração, as deportações e o massacre judeu.

Não é imprescindível

Apesar de a história judia ter uma grande relevância na cidade de Berlim, acreditamos que haja outros museus na cidade que possam ser mais interessantes, já que o Museu Judeu é bastante extenso e é necessário ler os cartazes informativos em inglês para poder seguir o fio das exposições

Horário

Terça a domingo, das 10:00 às 20:00 horas.
Segunda, das 10:00 às 22:00 horas.

Preço

Adultos: 8€.
Estudantes: 3€.

Transporte

Metrô: Hallesches Tor, linhas U1 e U6.
Ônibus: M29 e M41.