Potsdam

Refúgio de caça de Friedrich Wilhelm I, local de residência da Família Real Prussiana e cidade Patrimônio da Humanidade, Potsdam é uma bela cidade e está muito perto de Berlim.

Situada cerca de 20 quilômetros a sudoeste de Berlim, Potsdam oferece uma combinação perfeita entre arte e natureza.

Fundada no século VII como um povoado eslavo sob o nome de Poztupimi, Potsdam teve a sorte de ser escolhida como residência de caça de Friedrich Wilhelm I em 1660.

Posteriormente, a cidade foi o lugar de residência da família real prussiana, por isso foram construídos diversos palácios esplêndidos que ainda se conservam na cidade.

Em 1990, Potsdam foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO graças aos belos palácios e jardins, e atualmente é uma das cidades mais visitadas da Alemanha. 

O que ver em Potsdam 

Potsdam não é uma cidade muito grande, mas tem muitos tesouros arquitetônicos que valem a pena conhecer. Alguns dos mais interessantes da cidade são os seguintes: 

  • Palácio Sanssouci: Considerado por muitos o “Versalhes Alemão”, o Palácio Sanssouci é um dos lugares mais populares de Potsdam. Vale a pena dar um passeio sem pressa pelos belos jardins que o rodeiam.
  • Bairro holandês: Chamado carinhosamente de “pequena Amsterdam”, o bairro holandês, graças às suas construções de tijolos vermelhos, fez com que seus trabalhadores holandeses se sentissem em casa depois de mudar a Potsdam no século XVIII. 
  • Palácio de Babelsberg: O Palácio neogótico de Babelsberg foi construído entre 1833 e 1835 como residência de verão do imperador Wilhelm I. Trata-se de um lugar romântico situado às margens do rio Havel que, embora não possa ser visitado por dentro devido aos trabalhos de restauração, possui um exterior inigualável. 
  • Palácio Novo: O enorme edifício renascentista do Palácio Novo (Neues Palais) se destaca por sua sóbria aparência de tijolos e pela bonita cúpula de cobre esverdeada. 
  • Ponte Glienicke (Glienicker Brücke): Construída em 1907, a Ponte Glienick cruza o rio Havel conectando as cidades de Berlim e Potsdam. A ponte, chamada “Ponte dos espias” foi o lugar escolhido pela União Soviética e pelos Estados Unidos para realizar os intercâmbios dos espias capturados durante a Guerra Fria
  • Palácio de Cecilienhof: O belo Palácio de Cecilienhhof, com aparência muito similar à de uma enorme casa de campo inglesa, é hoje um hotel, além de um museu que conta com uma importante história, já que foi o lugar onde foi escrita a Conferência de Potsdam
  • Portão de Brandemburgo: Apesar de o portão mais famoso estar em Berlim, o Portão de Brandemburgo de Potsdam foi construído antes. Está situado no centro histórico da cidade, ao lado da Luisenplatz. 
  • Palácio de Charlottenhof: Trata-se de um belo palacete neoclássico, com aspecto de vila romana, construído sobre uma antiga granja. 

Quanto tempo dedicar a Potsdam

Potsdam é uma cidade repleta de lugares interessantes, mas se pode conhecer perfeitamente passando um dia nela, fazendo uma excursão que saia de Berlim. 

Como chegar a Potsdam

Embora sempre se possa ir de ônibus ou alugando um carro, o mais prático é ir de trem ou com uma excursão organizada.

  • Trem urbano: É a opção mais rápida e prática para aqueles que queiram ir por conta própria. Você pode pegar o trem em diversas estações e leva cerca de meia hora para chegar a Potsdam. É necessário comprar uma passagem para as zonas A-B-C (3,40€ o trajeto) ou ter um abono de transportes que cubra as mesmas zonas (7,70€ todo o dia). Se você tiver um abono que cubra as zonas A-B, é possível comprar uma passagem de ampliação para chegar a Potsdam por 1,60€.