Nova Casa da Guarda

A Nova Casa da Guarda foi construída em 1918 para celebrar a derrota sobre as tropas napoleônicas e celebrar a liberação de Berlim. Seu interior abriga uma comovente escultura. 

A Nova Casa da Guarda (Neue Wache) foi construída em 1918 para celebrar a derrota das tropas napoleônicas e celebrar a liberação de Berlim

O impressionante edifício neoclássico situado na Avenida Unter den Linden apresenta em sua fachada um pórtico formado por colunas dóricas que lhe dão um certo ar de grandeza.

Ao longo dos anos, esse edifício teve diferentes funções comemorativas: a partir de 1931 foi usado como monumento em homenagem às vítimas da Primeira Guerra Mundial; em 1960, foi o lugar de homenagem das vítimas do fascismo alemão e, hoje em dia, é um lugar que homenageia todas as vítimas do mundo, seja das guerras, do fascismo ou de qualquer outra injustiça

No interior

O grande edifício da Nova Casa da Guarda sofreu diversas remodelações em seu interior, abrigando durante diferentes épocas uma chama eterna ou os restos de um soldado conhecido.

Atualmente, possui uma comovente escultura de uma mulher que carrega em seus braços o corpo sem vida de seu filho (Mãe com filho morto de Käthe Kpollwitz).

A escultura, que está sob uma grande abertura no teto, exposta às inclemências meteorológicas, suportando o frio e a chuva, representa o sofrimento do povo.

Um lugar especial

Além da sua localização privilegiada na Avenida Unter den Linden fazer dela uma visita obrigatória, a Nova Casa da Guarda realmente vale a pena.

A bela escultura da mãe que abraça o filho falecido é especialmente comovedora em contraste com o grande edifício, o que faz com que pareça ainda mais solitária.

Transporte

Metrô: Französische Straße e Friedrichstraße, linha U6.
Ônibus: linha 100.

Lugares próximos

Museu de História Alemã (104 m)
Bebelplatz (118 m)
Museu Antigo de Berlim (295 m)
Unter den Linden (322 m)
Museu Novo de Berlim (332 m)