Bondes em Berlim

O bonde foi o meio de transporte mais desenvolvido e usado em Berlim Leste durante a Guerra Fria. Atualmente é um transporte bastante usado e se estendeu ligeiramente por toda a cidade. 

O bonde de Berlim é composto por 22 linhas e quase 400 estações, o que faz dele um dos sistemas mais extensos do mundo. Foi o meio de transporte mais desenvolvido e usado na Berlim Oriental durante a Guerra Fria.

Trata-se de um meio de transporte muito útil tanto para os habitantes de Berlim quanto para os turistas, já que permite se deslocar pela cidade sem perder nenhum detalhe do trajeto.

Um pouco de história

Criado em 1864 como um sistema de transporte de tração animal, o bonde foi evoluindo até o final da Segunda Guerra Mundial, momento em que, assim como a cidade, o sistema de bondes se viu dividido entre os lados oriental e ocidental.

Em 1967, a maior parte das linhas de bonde que passava por Berlim Ocidental havia sido fechada, mantendo apenas duas delas em funcionamento.

Em 1992, a companhia Berliner Verkehsbetriebe se uniu de novo, mas as marcas do passado seguem patentes na cidade e a maioria das linhas de bondes está do lado que foi o leste da cidade.

Restos de uma cidade dividida

É interessante ir até o final da linha M10 do bonde, até a estação Warschauer Straβe. Trata-se de uma estação muito próxima ao antigo muro, onde se pode ver de forma gráfica como a divisão da cidade afetou o desenvolvimento do transporte público. Muito perto da estação está o pedaço do Muro de Berlim mais longo que se conserva, a East Side Gallery.

Tarifas

Você pode ver as tarifas do bonde e do resto dos meios de transporte na seção: Tarifas e abonos.